sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Resenha: A Profecia de David Seltzer




Sinopse:

Thorn é um homem  apaixonado, seu maior desejo é fazer sua esposa a mulher mais feliz do mundo, mas depois de tentarem ter um filho com resultados insatisfatórios ele vê a chance de uma possível ruína de seu casamento quando descobre que a única gestação que a esposa conseguiu levar até o fim resultou em um bebê que veio a falecer após seu primeiro suspiro. Mas o padre do hospital lhe dá uma chance de mudar sua história, oferecendo uma criança que nasceu no mesmo momento que seu falecido filho e que perdeu a mãe após o parto. Em uma atitude inesperada Thorn adota a criança como sua, sem saber que estava adotando um enviado das trevas.


Opinião:

A Profecia, do autor David Seltzer, foi publicada primeiramente em 1976 com o título original The Omen. A minha edição brasileira foi publicada pela editora Círculo do Livro, que contém a capa acima, e possui 204 págs. A Profecia se enquadra na categoria O horror nos cinemas do Desafio Halloween Literário 2015 do qual estou participando.

Não é a toa que A Profecia é um clássico tão famoso desde sempre, e confesso que fui surpreendido pela alta qualidade da obra, que possui um suspense de primeira do início ao fim, deixando o leitor tenso a todo momento, e as cenas que algo impactante acontece são muito bem descritas e construídas, resultando assim em um dos livros mais aterrorizantes que li até o hoje.  


As melhores cenas da obra são as protagonizadas por Damien, que primeiramente parece uma criança indefesa e inocente, sendo assim, as cenas com ele são as mais chocantes.

Os momentos finais da obra me surpreenderam, pois não foi o que eu esperava e que achava que estava encaminhando para acontecer, tendo como resultado um final excelente. 

A Profecia é uma leitura altamente recomendada aos fãs de terror, mas estejam preparados para muitos momentos de tensão ! Nota máxima para A Profecia


Minha nota: 10

5 comentários:

  1. Boa! Brevemente irei lê-lo, Maurilei! Sua resenha está excelente.

    Abraços.
    www.bravuraliterariablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Phelipe, e leia mesmo que provavelmente irá gostar, pois achei a obra melhor do que eu esperava. Abraços !

      Excluir
  2. Comprei-o a uns meses e vou dar um jeito de encaixá-lo em minhas leituras, sua resenha, objetiva, me deixou com vontade.E é tão curto né? Quero ler também as sequências embora já tenha ouvido falar que não são tão boas.

    http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Comprei-o a uns meses e vou dar um jeito de encaixá-lo em minhas leituras, sua resenha, objetiva, me deixou com vontade.E é tão curto né? Quero ler também as sequências embora já tenha ouvido falar que não são tão boas.

    http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ronaldo, é bem curto mesmo, tanto que em torno de cinco horas de leitura dá pra lê-lo. Também ouvi falar que as sequências não são muito boas, e por isso não adquiri ainda, mas quem sabe acabo mudando de ideia.

      Excluir